Hamilton se encanta com NASCAR: "gostaria de correr um dia"

compartilhar
comentários
Hamilton se encanta com NASCAR:
27 de nov de 2015 09:16

Tricampeão relata experiência de ter acompanhado última corrida de seu amigo Jeff Gordon

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota, Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota, Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota, Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 Team
Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet
Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet
Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet with team owner Rick Hendrick
Victory lane: race winner and 2015 NASCAR Sprint Cup series champion Kyle Busch, Joe Gibbs Racing Toyota congratulated by Jeff Gordon, Hendrick Motorsports Chevrolet

Acostumado com o ambiente e o glamour da Fórmula 1, Lewis Hamilton se viu em um mundo diferente, apesar de ainda ser o das quatro rodas. No domingo, o inglês foi a Homestead-Miami acompanhar a grande final da NASCAR e a despedida do amigo Jeff Gordon.

Em sua coluna na BBC, Hamilton passou suas percepções, em aspectos positivos e negativos da categoria.

"A NASCAR é absolutamente enorme nos Estados Unidos", escreveu Hamilton. "Ela tem audiências maciças e achei mais atraente na vida real do que aparece na TV."

Em seguida, ele começa a fazer comparações com a F1, seu "habitat natural."

"É um mundo muito diferente da F1. As equipes são muito menores, na medida em que quase me fez lembrar da minha época de F3."

"Os fãs podem ficar realmente perto no paddock e até mesmo estar ao lado dos pit stops. E em termos de tecnologia que as equipes têm, ela é muito simples em comparação com F1."

"A atmosfera na pista é fantástica. Havia uma longa arquibancada que estava absolutamente lotada de fãs. A volta era de apenas 30 segundos, então você via os carros constantemente. Os carros tem um som incrível e eles são muito rápidos."

"A corrida tinha 267 voltas - muito longa - mas gostei muito, tentando entender as estratégias e as diferenças entre os carros. E foi legal!"

Não foi a primeira vez que Hamilton teve contato com um carro da maior categoria do automobilismo americano. Em 2011, ainda pela McLaren, numa ação do seu patrocinador em comum com Tony Stewart, ele "trocou" de carro com o tricampeão e chegou a guiar o Chevrolet do "Smoke", em Watkins Glen.

Com novo contato e observando o ambiente, Hamilton revelou um desejo surpreendente, de certa maneira.

"Isso me fez desejar guiar um carro (da NASCAR). Eu realmente gostaria de participar de uma corrida. Não sei se faria em oval, mas possivelmente em circuito misto."

Próxima Fórmula 1 matéria
FIA: quem cortar chicane em Abu Dhabi será punido com rigor

Previous article

FIA: quem cortar chicane em Abu Dhabi será punido com rigor

Next article

Ron Dennis quer Sauber como "equipe satélite"

Ron Dennis quer Sauber como "equipe satélite"
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Jeff Gordon , Lewis Hamilton Shop Now
Tipo de matéria Últimas notícias