Hamilton: Será difícil superar a Red Bull na corrida

compartilhar
comentários
Hamilton: Será difícil superar a Red Bull na corrida
Por: Matt Beer
Traduzido por: Daniel Betting
27 de out de 2018 21:44

Líder do campeonato, Lewis Hamilton acredita que será difícil superar os carros de Ricciardo e Verstappen no GP do México

A Red Bull conquistou a primeira fila na Cidade do México com Daniel Ricciardo e Max Verstappen, com Lewis Hamilton em terceiro 0s135 atrás do pole e com a Ferrari de Sebastian Vettel em quarto, 0s076 atrás.

Mas Hamilton insistiu que os carros da equipe austríaca estiveram fora de alcance na batalha pela pole.

"Parabéns ao Daniel [Ricciardo]. Esses caras foram muito rápidos, eles estavam em sua própria liga até a classificação, e inclusive nela", disse o britânico.

Perguntado se ele achava que teria ritmo para vencer a Red Bull no domingo, respondeu: "Não acredito."

Leia também:

Hamilton e seu companheiro de equipe Valtteri Bottas terminaram apenas em sétimo e nono na sexta-feira, e mais de um segundo atrás do melhor, Verstappen.

"Este é um grande dia para nós, considerando quão ruim foi ontem", disse Hamilton. "Há uma diferença entre a noite e o dia. Ontem tivemos muitas dificuldades, o TL1 foi bom, mas assim que chegamos ao TL2, não foi divertido pilotar, isso está claro."

"Havia vários problemas diferentes em todo o carro. No lado técnico, na aerodinâmica, principalmente em termos de mecânica. Grandes mudanças foram feitas da noite para a manhã, para entrar na luta. Ontem nós não acreditávamos que, com esse desempenho poderíamos classificar com os ultramacios".

“Isso teria sido uma grande desvantagem para nós se não pudéssemos começar a manhã com o roxo e nós tivemos que começar com os hipermacios. Assim que chegamos à classificação, percebemos imediatamente como estava o carro, e eu disse a mim mesmo: ‘OK, estamos em uma posição muito mais forte para lutar por tudo’".

"Estou feliz por ter conseguido fazer o trabalho na segunda tentativa, foi muito bom."

Hamilton lidera o rival pelo título de Vettel em 70 pontos e será coroado campeão mundial em 2018 no México, a menos que a Ferrari vença e ele termine em oitavo.

Informações adicionais de Scott Mitchell, do México

Next article
Vettel: "Se tiver uma chance na largada, vou aproveitar"

Previous article

Vettel: "Se tiver uma chance na largada, vou aproveitar"

Next article

Equipe médica do GP do Brasil simula resgate de piloto

Equipe médica do GP do Brasil simula resgate de piloto
Load comments