Hamilton supera 'melhor ano' de ídolo Senna e se aproxima do topo na Grã-Bretanha

Com 31 vitórias, piloto da Mercedes precisa de mais um triunfo para se tornar o maior vencedor britânico da F1

Superar o ídolo é algo marcante na vida de qualquer esportista. No último domingo, com a vitória no Grande Prêmio da Rússia, Lewis Hamilton ultrapassou uma importante marca daquele que o fez gostar de automobilismo: o brasileiro Ayrton Senna. 
 
[publicidade] O triunfo em Sochi levou o britânico ao nono lugar mais alto do pódio nesta temporada, algo jamais alcançado pelo tricampeão brasileiro durante a carreira na Fórmula 1 – Senna somou oito triunfos em 16 corridas, mesmo número da atual temporada até aqui, no ano de 1988.
 
Ao superar o ídolo, Hamilton mostrou-se encantado. “Vir para este final de semana e superar Senna...ele era incrível. Estou muito orgulhoso. Sinto-me abençoado por isso, amo esse esporte muito por conta dele. É legal demais”, disse o britânico.
 
Fora o número superior ao da melhor temporada de Senna, Hamilton obteve outra importante marca com o resultado do final de semana: tornou-se o britânico com mais vitórias na Fórmula 1 ao lado de Nigel Mansell.
 
Com  os nove primeiros lugares de 2014, Hamilton chegou a 31, mesmo número do histórico piloto inglês. Para chegar a Senna em mais um número, o britânico terá que manter o ritmo de vitórias para 2015.
 
Ayrton Senna somou 41 triunfos na categoria máxima do automobilismo. Do atual grid, apenas Fernando Alonso (32) e o tetracampeão Sebastian Vettel (39) venceram mais do que Hamilton, cada vez mais próximo do bicampeonado mundial da Fórmula 1.
 
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias