Hamilton: Suzuka e Interlagos favorecerão a Ferrari

Apesar de vitória importante em Cingapura, piloto britânico teme concorrência de Vettel nas próximas provas

Mesmo com uma frente de 28 pontos no mundial de pilotos após vencer o GP de Cingapura no último final de semana e ver Sebastian Vettel saindo zerado, Lewis Hamilton ainda teme uma reação ferrarista nas próximas provas.

A maioria das seis corridas restantes deve favorecer a Mercedes, mas Hamilton não dá nada por garantido. Ele crê que nos próximos GPs superar a Ferrari continue sendo um grande desafio.

"Temos Malásia, onde acho que devemos estar bem", iniciou.

"Mas depois nós temos o Japão, que é um circuito de downforce elevado. Pode ser próximo, definitivamente não será nosso circuito mais forte. Em Austin, acho que vamos ficar bem.”

“Acho que o Brasil será um lugar onde a Ferrari será particularmente forte. Honestamente, acho que vai ser muito próximo nas próximas corridas. É difícil prever.”

“Quando você vai para o México, você coloca downforce máximo, mas porque a altitude é tão grande que há pouco arrasto, e talvez os carros que tenham um pouco mais de downforce possam ter a vantagem sobre nós."

O triunfo levou Hamilton a 60 vitórias na F1. Somente Michael Schumacher tem mais, com 91. No entanto, o inglês ressaltou que superar o recorde do alemão não é sua prioridade. "Eu estou adorando mais do que nunca guiar", disse ele. "Eu sinto que estou dirigindo melhor do que nunca, e eu me sinto mais completo como piloto.”

"Quem sabe se vamos chegar perto do recorde de Michael Schumacher de sete campeonatos? Eu não tenho vontade de perseguir isso, mas os registros estão lá para quebrar, então, em algum momento, alguém vai quebrá-los. Se serei eu, não posso te dizer."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias