Hamilton: Verstappen estava no ponto cego de Vettel

Piloto da Mercedes sugeriu que Sebastian Vettel provavelmente não poderia ter visto Max Verstappen e Kimi Raikkonen nos momentos antes de colidirem no início do GP de Cingapura

Vettel, Raikkonen e Verstappen foram eliminados da corrida da Marina Bay como resultado do acidente, para o qual os comissários da FIA não atribuíram culpa.

Verstappen estava convencido de que a defesa agressiva da liderança da Vettel depois de um lento início do pole causou o toque, enquanto Vettel não conseguiu explicar a sequência de eventos que levaram seu desastroso abandono da corrida.

Hamilton saiu de quinto no grid para ganhar o GP, estendendo seus pontos sobre Vettel a 28 com seis corridas para o fim da temporada.

Quando perguntado sobre seu ponto de vista sobre o início, Hamilton explicou que muitas vezes é difícil para o pole position saber onde seus rivais estão posicionados nos momentos imediatos depois que as luzes se apagam.

"Muitas vezes - quando você olha meu último começo em Monza - quando você larga na frente, não pode realmente ver o cara que está em segundo lugar", disse Hamilton, que descreveu o acidente como "um incidente de corrida infeliz".

"Eles geralmente estão em seu ponto cego se têm um bom começo como você, é difícil saber onde eles estão”.

"Então, seu pensamento imediato é cobrir seu terreno, colocar por dentro, cobrir e neutralizá-los, então eu suponho que é isso que ele [Vettel] fez”.

"Quando você faz isso, de repente eles aparecem no seu espelho para que você possa entender onde estão, ou [se eles estão] em sua visão periférica, mas às vezes você faz isso e percebe que está à frente, então você realmente não precisa”.

"Eu não [sei] se Sebastian se sentia assim ou não. Eu só estava focado em tentar ir para a frente mais rápido do que Daniel [Ricciardo]”.

"Eu vi Kimi, então fiquei de olho no que estava acontecendo no meu lado esquerdo e se algum drama acontecesse, eu teria que ir direto à primeira curva e não me envolver, disso eu tinha plena consciência".

Ricciardo também desviou do caos para perseguir Hamilton em segundo lugar, e o piloto da Red Bull reconheceu um "começo bastante médio" que permitiu que julgasse melhor os eventos que se desdobravam na sua frente.

"Isso me deu algum tempo para ver basicamente o que aconteceria", disse Ricciardo. "Eu estava apenas tentando pilotar com cautela e olhar para frente e, felizmente, isso era o certo. O spray era realmente ruim, então isso significava que era um pouco caótico guiar nas primeiras curvas".

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Cingapura
Pista Singapore Street Circuit
Pilotos Lewis Hamilton , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias