Hamilton: Vettel “voltará atirando” por título em 2018

compartilhar
comentários
Hamilton: Vettel “voltará atirando” por título em 2018
Por: Ben Anderson
Co-autor: Jonathan Noble
Traduzido por: Gabriel Lima
29 de dez de 2017 17:58

Tetracampeão em 2017, piloto britânico espera oposição mais forte ainda de alemão, mas avisa: “não sinto que há algo que não consiga alcançar se fizer o meu trabalho”

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08, Kimi Raikkonen, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 and Sebastian Vettel, Ferrari in the Press Conference
Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 W08, Sebastian Vettel, Ferrari SF70H
2017 World Champion Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, Sebastian Vettel, Ferrari
Sebastian Vettel, Ferrari and Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1, in the press conference

Sebastian Vettel liderou por 12 corridas seguidas o campeonato de 2017, até que tudo começou a dar errado para a Ferrari e o piloto alemão perdeu o mundial com duas corridas para o fim. Ora por erros, mas principalmente por falhas mecânicas, o piloto acabou sendo superado por Lewis Hamilton.

Porém, o britânico diz que Vettel certamente irá abraçar as lições que pôde aprender com os erros que cometeu durante o campeonato deste ano para voltar mais forte em 2018.

"Eu não vou te contar o que aprendi, mas você pode ver e acho que vocês aprenderam sobre ele", disse Hamilton.

"Ele não deve se esquivar disso. Ele aprenderá com as experiências, como todos nós fazemos. Eu tive anos assim. Ele teve anos de solidez completa como eu também tive neste ano.”

"Imagino que no próximo ano ele volte atirando, mas não sinto que há algo que não consiga alcançar se fizer o meu trabalho corretamente."

Hamilton disse que não sabe se suas performances criaram uma pressão sob a qual Vettel não resistiu, mas disse que sempre teve como objetivo tirar proveito de pequenas fraquezas apresentadas por seus rivais.

"Pontos de pressão, pontos fracos. Você apenas mantém seus pés no chão, mantém a pressão e quando o outro não mostra nenhum sinal de fraqueza, é definitivamente difícil", acrescentou Hamilton.

"Olhe para Roger Federer e Rafael Nadal. Em algum momento do jogo verá uma ligeira fraqueza dos dois, mesmo que seja apenas meio por cento.”

"Isso é o que eles tentam capitalizar e o que faz a diferença. Este ano foi assim."

Próxima Fórmula 1 matéria
Verstappen evoluiu em 2017, elogia Christian Horner

Previous article

Verstappen evoluiu em 2017, elogia Christian Horner

Next article

Hartley diz que idade o ajudou a lidar com pressão em 2017

Hartley diz que idade o ajudou a lidar com pressão em 2017
Load comments