Hartley e Gasly devem ficar na Toro Rosso até o fim de 2017

Desempenho de neozelandês no Brasil e em Abu Dhabi será decisivo para garanti-lo na F1 também em 2018

Em Austin, a Toro Rosso escolheu o piloto do Campeonato Mundial de Endurance (WEC), Brendon Hartley, para substituir Pierre Gasly, que cumpriu o compromisso de competir na Super Fórmula no Japão.

Enquanto isso, Daniil Kvyat voltou ao time no lugar de Carlos Sainz Jr., que foi para a Renault.

A equipe então anunciou que Hartley manteria seu lugar no México, com Gasly retornando no lugar de Kvyat.

O Motorsport.com apurou que a dupla permanecerá inalterada para as duas últimas corridas no Brasil e em Abu Dhabi, enquanto procura finalizar os planos para 2018.

Gasly, que perdeu o título da Super Fórmula após a final ter sido cancelada por causa da ameaça de um supertufão, é esperado para uma temporada completa, depois de impressionar na Malásia e no Japão.

Acredita-se que Kvyat perdeu lugar na corrida para reivindicar o segundo lugar em 2018, com a Toro Rosso e a Red Bull interessadas em usar as próximas três corridas para confirmar Hartley no time em 2018.

Gasly e Hartley permaneceram cautelosos sobre o futuro quando falaram aos repórteres na Cidade do México nesta quinta-feira (26).

"Não há muito sobre o que posso comentar", disse Hartley. "Estou bastante concentrado neste fim de semana, colocando em prática tudo o que aprendi em Austin."

"Haverá um pouco mais de pressão, as pessoas esperarão um pouco mais, mas estou otimista e confiante de que posso fazer o trabalho."

Gasly acrescentou: "Nada muda meu foco no momento, que é o fim de semana."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Brendon Hartley , Pierre Gasly
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias