Hartley nega que lugar na Toro Rosso esteja ameaçado

Neozelandês rejeitou especulações de que corre o risco de perder seu assento, descrevendo a si mesmo como "mais do que capaz" de permanecer no cargo

O futuro de Brendon Hartley na Toro Rosso tem sido alvo de muitas especulações nas últimas semanas, depois de ter cometido dois erros.

No Azerbaijão, ele não conseguiu avançar no Q1, depois de tocar no muro em sua primeira volta, e quando retornava aos boxes, entrou no caminho do companheiro de equipe, Pierre Gasly, enquanto estava em volta rápida, quase gerando um grande acidente.

Além disso, ele então perdeu a classificação para o GP da Espanha, depois de bater na curva 9 durante o TL3.

Boatos na imprensa alemã ligaram Pascal Wehrlein, protegido de Mercedes, ao assento de Hartley.

"Fiquei surpreso ao saber disso porque tenho um contrato", disse Hartley. "Estou me sentindo cada vez mais confiante em um carro de Fórmula 1.”

"A F1 muda rapidamente, há muitos críticos, mas obviamente, como piloto, você é seu maior crítico. Eu não tive dois fins de semana completamente limpos, mas sendo justo, marquei meu primeiro ponto no Azerbaijão e nos primeiros fins de semana ano eu estava à frente do meu companheiro de equipe na classificação em duas das três provas [Austrália e China]."

Ele acrescentou: "Eu nem sei quais sites estão dizendo isso. No final, eu sei que sou um membro da equipe, estou trabalhando muito duro nos bastidores.”

"Eu sei que sou mais do que capaz, acho que mostrei isso nas três primeiras classificações do ano e desde então não fiz uma volta rápida nos qualis."

A sugestão também foi refutada pelo consultor de pilotos da Red Bull, Helmut Marko, embora de forma equivocada, como ele disse: "Essa não é a intenção no momento."

A equipe Toro Rosso de Hartley admitiu abertamente que está considerando assumir um piloto japonês em um futuro próximo, talvez já na próxima temporada, o candidato mais provável é o piloto da Fórmula 2, Nirei Fukuzumi.

No entanto, Fukuzumi atualmente não está qualificado para ter uma superlicença de Fórmula 1.
Hartley conquistou o último lugar no GP do Azerbaijão e terminou em 11º dos 14 que terminaram a prova de Barcelona.

"Em última análise, não temos o ritmo para estar nos pontos o tempo todo", disse Harley. "Fiquei muito feliz com a minha corrida em Barcelona, não tínhamos o ritmo para avançar muito, mas senti que fiz o que podia e estou feliz com a forma como lidei com a batida.”

"Obviamente você não quer que aconteça, e eu farei um grande esforço para que isso não aconteça novamente, mas eu não sou o único que terá um acidente, e não será meu último - e isso é parte de ser um piloto. Vou seguir em frente e lutar neste fim de semana, e espero ter um bom resultado."

 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Brendon Hartley
Equipes Toro Rosso
Tipo de artigo Últimas notícias