Haryanto se defende: “chegar à F1 não é só ter patrocínio”

Após subir da GP2 para a F1 em 2016, piloto indonésio vê Manor em bom momento e visa pontos

Apoiado por empresas estatais da Indonésia, Rio Haryanto fará sua primeira temporada na Fórmula 1 em 2016. Tido por todos como piloto pagante, que em tese não poderia estar na F1 sem apoio, ele se defendeu nesta segunda-feira de críticas feitas após seu anúncio.

"A Fórmula 1 sempre foi o objetivo", disse Haryanto à mídia em Barcelona.

"Chegar à Fórmula 1 não é apenas ter apoio, mas também é preciso mostrar resultados. No ano passado tivemos uma boa temporada na GP2, acho que este foi o impulso para estar na Fórmula 1."

Haryanto sente que está se juntando ao time da Manor em um bom momento, após uma série de contratações técnicas chave e a chegada dos motores Mercedes.

"Eu acho que eles têm novas pessoas com muita experiência", acrescentou Haryanto, que assinou um contrato de um ano com o time.

"Espero que este ano seja um grande passo para a Manor Racing. Nós todos sabemos que a meta da equipe para a temporada é estar entre os corredores do meio do grid. Se houver oportunidades de marcar pontos, vamos definitivamente tentar. Estou ansioso para ver como é o carro perto dos que testei antes."

A Manor lançou seu MRT05 em Barcelona na segunda-feira de manhã.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Rio Haryanto
Tipo de artigo Últimas notícias