Haug defende decisão de Mercedes lançar carro após primeiro teste

“Ano passado [lançamos] muito cedo e pagamos por isso, tendo um carro muito pouco sofisticado”, justificou

Norbert Haug, da Mercedes

Norbert Haug garante que não há segredo algum por trás do fato da Mercedes optar por lançar seu carro de 2012 apenas após a primeira bateria de testes coletivos. De acordo com o vice-presidente de automobilismo da marca alemã, a estratégia visa um melhor desenvolvimento do projeto inicial.

“Ano passado [lançamos] muito cedo e pagamos por isso, tendo um carro muito pouco sofisticado”, afirmou ao Auto Motor und Sport. “Agora desenvolvemos um cronograma para que possamos trabalhar em quaisquer problemas antes que eles ocorram.”

Nos primeiros testes do ano, entre os dias 7 e 10 de fevereiro, em Jerez, Espanha, Michael Schumacher e Nico Rosberg usarão um modelo de 2011 com adaptações para esta temporada.

“Red Bull e McLaren já fizeram isso [no passado] também. Mas não há nada espetacular”, garantiu Haug, acerca da suspeita de que a equipe aposte em algo revolucionário e queira fazer com que as rivais tenham menos tempo para copiar a solução.

De fato, a Red Bull campeã mundial de 2010, assim como a Brawn, de 2009, tiveram seus lançamentos atrasados em relação à concorrência e foram fortes desde o início da temporada

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias