Hockenheim confirma ausência de GP da Alemanha em 2017

Georg Seiler confirmou que não haverá prova na próxima temporada, depois que negociações com Bernie Ecclestone não resultaram em acordo

A Alemanha, que abriga fabricantes e pilotos várias vezes campeões na Fórmula 1, ficará ausente do calendário da categoria no próximo ano. Com a notícia, o próximo campeonato terá apenas 20 corridas, diferentemente de 2016, com 21.

"Não houve oferta que teria excluído todos os riscos econômicos", disse o diretor executivo de Hockenheim, Georg Seiler, à AutoBild. "Isso sempre foi nosso pré-requisito. Uma pena, mas não é uma surpresa, considerando que a data estava sujeita à confirmação e nenhum acordo entre a F1 e Hockenheim foi posto em prática."

Ecclestone já havia deixado claro que o evento estava em apuros.

"Eu não sei como podemos salvar essa corrida", disse ele ao Motorsport.com no Brasil. "É comercial. O que é incrível é que temos campeões do mundo alemães, eles [a Mercedes] ganharam o campeonato de construtores, e vão ganhar o campeonato de pilotos, com certeza, e não há interesse na Alemanha.

Ecclestone afirmou que a oferta de Hockenheim não foi suficiente.

"Eles estão dizendo, ou eu acho que eles estão dizendo: 'Nós estaríamos preparados para continuar com os mesmos termos e condições que tivemos nos últimos dois ou três anos', o que não é bom para nós", disse o mandatário.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags ecclestone, schedule