Honda: “Desempenho foi muito melhor do que pensávamos”

compartilhar
comentários
Honda: “Desempenho foi muito melhor do que pensávamos”
Por: Lawrence Barretto
Traduzido por: Daniel Betting
30 de out de 2017 20:06

Chefe da Honda, Yusuke Hasegawa, admitiu que o motor do fabricante japonês não deveria ter o desempenho que apresentou no fim de semana do GP de México

Yusuke Hasegawa, Honda
Fernando Alonso, McLaren MCL32 and Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-17 battle
Sebastian Vettel, Ferrari SF70H and Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32 battle
Fernando Alonso, McLaren MCL32, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Pierre Gasly, Scuderia Toro Rosso STR12
Fernando Alonso, McLaren, with multiple NASCAR champion Jeff Gordon
Fernando Alonso, McLaren
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32

A Honda optou por fazer mudanças em componentes do motor tanto no carro de Fernando Alonso quanto na McLaren de Stoffel Vandoorne para o México, onde sentiu que iria lutar, em favor de ter elementos mais frescos para as duas últimas corridas da temporada no Brasil e Abu Dhabi.

Mas a equipe mostrou um bom ritmo durante todo o fim de semana do GP mexicano, com Alonso em quinto lugar no Q1 e declarando que ele tinha o melhor carro na pista antes de terminar em 10º na corrida de domingo.

"O desempenho foi muito melhor do que pensávamos", disse Hasegawa ao Motorsport.com.

"Antes de chegarmos aqui, achamos que o desempenho do nosso motor seria pior do que as outras equipes e o efeito da alta altitude seria ruim”.

"Mas o pessoal de Sakura trabalhou duro para criar uma boa configuração para esta alta altitude, e é por isso que o déficit de potência do motor era muito menor do que pensávamos”.

"A diferença [para nossos rivais] é menor. O desempenho relativo ainda está um pouco atrás, mas achamos que podemos alcançá-los".

Hasegawa apontou ganhos feitos em seus dinamômetros em sua base de Sakura como motivo para a forma da Honda no México, onde a alta altitude coloca pressão sobre os motores.

"Anteriormente, não conseguimos criar um bom sistema de dinamômetro para avaliar a situação de altitude elevada", disse ele.

"Mas na última semana, fizemos melhorias em Sakura, em relação ao funcionamento do motor. Fizemos melhorias aqui”.

"[A correlação] está ficando muito melhor desde o início da temporada”.

"Não é 100% copiando a situação do circuito, então ainda precisamos trabalhar, mas estamos quase satisfeitos com a situação. No entanto, esta circunstância, a grande altitude no México, é única".

Próxima Fórmula 1 matéria
Lowe: Temporada 2017 é a melhor da carreira de Hamilton

Previous article

Lowe: Temporada 2017 é a melhor da carreira de Hamilton

Next article

FIA pode voltar a colocar grama e brita nos circuitos

FIA pode voltar a colocar grama e brita nos circuitos
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP do México
Sub-evento Domingo pós-corrida
Localização Autodromo Hermanos Rodriguez
Equipes Honda Racing F1 Team
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias