Honda e Red Bull têm 1ª reunião formal para parceria

compartilhar
comentários
Honda e Red Bull têm 1ª reunião formal para parceria
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
30 de abr de 2018 12:48

Representantes dos dois lados iniciam discussão para provável acordo para a próxima temporada

Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant
Dr Helmut Marko, Red Bull Motorsport Consultant and Max Verstappen, Red Bull Racing
Pierre Gasly, Toro Rosso STR13 Honda, leaves the garage
Brendon Hartley, Toro Rosso STR13 Honda, leaves the garage

A Honda e a Red Bull realizaram sua primeira reunião formal sobre um possível acordo de fornecimento de motores na Fórmula 1.

A Red Bull, que atualmente usa motores Renault, vem usando a Toro Rosso para monitorar a operação e o progresso da Honda. Helmut Marko, consultor de automobilismo da Red Bull, se reuniu com o chefe de competições da Honda, Masashi Yamamoto, na preparação para o GP do Azerbaijão do último fim de semana.

A reunião de Baku é a primeira conversa formal entre a Honda e a Red Bull sobre uma oferta potencial, e as condições que cada uma das partes pretende impor para fazer um acordo acontecer.

A Red Bull e a Honda parecem felizes de trabalhar até o prazo final (15 de maio) para confirmar uma oferta de motores descrita nos regulamentos esportivos da FIA.

Há flexibilidade nesta data, desde que todos os fabricantes de motores e a FIA concordem, mas a Renault indicou que cumprirá o prazo se continuar a fornecer motores à Red Bull além de seu contrato atual, que termina neste ano.

A Renault está planejando um significativo salto de desempenho para o GP do Canadá em junho, o que pode coincidir com a próxima grande atualização da Honda.

Isso representaria uma comparação fundamental entre os níveis de desempenho e desenvolvimento das duas fabricantes se a Red Bull não tiver firmado um contrato de fornecimento de motores até o momento.

A parceria entre Red Bull e Renault rendeu quatro títulos mundiais a ambas entre 2010 e 2013, mas passou a ser conturbada desde que a Fórmula 1 introduziu as unidades híbridas turbo V6. A Red Bull venceu apenas nove corridas desde o início de 2014, quando a Mercedes e a Ferrari superaram a Renault em termos de motor.

Isso aumentou a especulação de que a Red Bull possa estar querendo apostar na Honda, que seria sua primeira fornecedora de motores de verdade desde que a Renault retornou com sua equipe para o campeonato em 2016.

A Honda ainda está buscando melhorar seus sistemas de recuperação de energia e sua tecnologia no motor de combustão interna, e ainda tenta provar que pode produzir um motor vencedor de corridas.

O melhor resultado da McLaren-Honda em três anos foi um quinto lugar, algo que a Toro Rosso superou em apenas em sua segunda largada com a Honda nesta temporada, quando Pierre Gasly terminou em quarto no Bahrein.

Confira os dez momentos mais marcantes do GP do Azerbaijão

 

Próxima Fórmula 1 matéria
Lauda vê Verstappen “70% culpado” por incidente em Baku

Previous article

Lauda vê Verstappen “70% culpado” por incidente em Baku

Next article

Raikkonen diz que não abandonou GP de Baku por “sorte”

Raikkonen diz que não abandonou GP de Baku por “sorte”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias