Honda acredita que está se aproximando dos líderes na F1

compartilhar
comentários
Honda acredita que está se aproximando dos líderes na F1
17 de jul de 2017 21:07

Yusuke Hasegawa acredita que está reduzindo a diferença para Mercedes e Ferrari, mas reconhece que precisa extrair mais das novidades no motor

Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Valtteri Bottas, Mercedes AMG F1 W08
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Felipe Massa, Williams FW40
Yusuke Hasegawa, Senior Managing Officer, Honda
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32
Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB13

Diretor esportivo da Honda na F1, Yusuke Hasegawa considera que a fabricante de motores está, aos poucos, tirando a diferença e se aproximando de Ferrari e Mercedes em termos de rendimento.

No último fim de semana, em Silverstone, a McLaren-Honda ficou mais uma vez fora da zona de pontos, embora, em uma pista de alta velocidade, Stoffel Vandoorne tenha avançado ao Q3 e terminado imediatamente atrás do top 10.

Mesmo com o resultado zerado e com o abandono de Fernando Alonso com problemas mecânicos, Hasegawa extraiu pontos positivos das novidades introduzidas pela fabricante.

“Estou, definitivamente, confiante de que estamos reduzindo a diferença para os líderes. Então, por esse ponto de vista, nossa velocidade de desenvolvimento é boa”, disse o dirigente.

Mesmo assim, ele reconhece que ainda é necessário ir além. “Eu fico empolgado quando trazemos uma novidade, porque isso pode resultar no aumento de expectativas em marcar pontos ou algo do tipo. Mas ainda precisamos extrair mais de nossas novidades para poder nos aproximar do nível de Mercedes e Ferrari.”

A McLaren-Honda marcou pontos em apenas uma oportunidade no ano, no caótico GP do Azerbaijão, quando Alonso foi o nono colocado. 

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias