Honda: “Estamos no nível que queríamos ter em fevereiro”

Fabricante japonesa lamenta meses de atraso em seu desenvolvimento: “Estamos meio aliviados e meio decepcionados”

A Honda, parceira oficial da McLaren na F1, revelou que atingiu recentemente o nível que gostaria de ter apresentado já nos testes de pré-temporada de 2017,em fevereiro.

A fabricante japonesa iniciou o ano com diversas dificuldades tanto de performance quanto de confiabilidade. No entanto, as últimas provas mostraram leve melhora, especialmente nos GPs da Inglaterra e da Hungria. Em Silverstone, Stoffel Vandoorne chegou ao Q3, e, em Budapeste, o belga e Fernando Alonso terminaram pela primeira vez juntos na zona de pontuação.

O diretor esportivo da fabricante, Yusuke Hasegawa, reconheceu o atraso no desenvolvimento. “Talvez o atual nível de performance é aquele que deveríamos ter alcançado no início da temporada. Então, eu penso comigo: ‘Enfim pudemos alcançar o nível de performance que deveríamos alcançar [nos testes] em Barcelona”, explicou, em entrevista à revista Racer.

Hasegawa afirmou que tal cenário provoca sensações distintas. “Levou cinco meses. Para um nível normal de desenvolvimento, crescer tanto em cinco meses é motivo de orgulho. Contudo, no calendário da F1, é tarde demais. Então, estou meio aliviado e meio decepcionado por não conseguirmos atingir este nível no começo da temporada”, completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias