Honda: “não podemos ficar satisfeitos com nossa posição”

34,049 visualizações

Mesmo admitindo progresso feito durante a temporada de 2016, fábrica japonesa sabe que tem grande caminho a percorrer

Apesar de ter melhorado depois de um desastroso ano de 2015, a Honda sabe que ainda tem um caminho longo pela frente para disputar vitórias na Fórmula 1. Chefe de competição da marca, Yusuke Hasegawa está otimista, no entanto.

Ele diz que o progresso foi encorajador, mas admite que a Honda não pode estar satisfeita com seu desempenho atual.

"Meio feliz. Claro, não estamos satisfeitos em nossa posição atual", disse Hasegawa.

"É claro que nossa equipe está se encorajando e fez um trabalho muito bom, mas é claro que não podemos ficar satisfeitos com nossa posição atual."

Chefe da McLaren, Eric Boullier concordou com os comentários de Hasegawa, dizendo que o progresso da equipe precisa continuar para vencer corridas no curto prazo.

"Você pode dizer que de nono no grid, estamos agora em sexto", disse Boullier. "Em termos de desempenho, queremos diminuir a diferença e vencer corridas no curto prazo, não no longo prazo.”

"Tivemos algum progresso, sabemos o que estamos fazendo e onde temos que estar para vencer. Nós vemos que estamos progredindo.”

"Obviamente, não estamos felizes. Como Hasegawa-san disse, não estamos felizes com onde estamos hoje.”

"Sabemos que estamos nos movendo, diminuindo a diferença e mesmo que corrida por corrida tenhamos algumas diferenças, geralmente a tendência nos últimos anos mostra que estamos chegando."

Reportagem adicional Jonathan Noble

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button , Fernando Alonso
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias