Honda traça prioridades para unidade de potência de 2016

Fornecedora da McLaren diz que terá como maior preocupação a recuperação de energia de seu motor

A Honda utilizou os últimos tokens que tinha direito para o GP da Rússia, já buscando se desenvolver no primeiro treino livre. Essas melhorias foram encorajadoras, já que fontes indicam que os carros da equipe conseguiam produzir 20bhp a mais, tirando um pouco a diferença com os concorrentes.

Descrevendo a atualização na Rússia como "muito positiva", Eric Boullier falou:"Todas as expectativas que tínhamos foram atendidas. Introduzimos esse pacote para o layout do circuito de Sochi e não vamos mais utilizá-lo esse ano."

Implantação

O foco da Honda para o inverno será na melhoria de armazenamento de energia e implantação - que continua a ser a área em que há maior déficit de desempenho.

Yasuhisa Arai, chefe da fábrica falou ao MOTORSPORT.COM:" Em relação ao motor a combustão interna, sentimos que houve um bom progresso, mas na pista ainda é difícil de ver."

Os regulamentos atuais dizem que os motores podem produzir até 160bhp via recuperação de energia nas retas. A unidade de potência da Honda ainda não é capaz de desenvolver esse trabalho em todas as pistas. Fernando Alonso e Jenson Button já deixaram claro que esta é a maior preocupação e a Honda sabe que deve focar nessa melhoria.

"Essa é a grande prioridade, está acima de tudo, mas ainda não dá pra falar o quanto vamos melhorar", disse Arai.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags arai, honda