Honda usa todos os tokens restantes para o GP da Rússia

A fabricante japonesa usou todos os quatro tokens de motor restantes para o final de semana do GP da Rússia, com um pacote de upgrade que apenas Alonso irá usar

Após espalhar o uso dos seus tokens de desenvolvimento ao longo da temporada, com upgrades aplicados durante o GP do Canadá e da Bélgica, a Honda elegeu dar os passos finais em Sochi. As melhorias foram feitas no sistema de escapamento e combustão do motor.

O esforço da fabricante em apressar o trabalho para poder usar a nova unidade de potência no GP da Rússia fez com que apenas um carro estivesse pronto, então o time escolheu dar o upgrade para Fernando Alonso, enquanto Jenson Button segue correndo com o motor antigo.

O espanhol utilizará um novo sistema interno de combustão (o seu 10º da temporada), um novo turbo, um novo MGU-D, um novo depósito de energia e um novo controle de eletrônicos. O plano é que Alonso corra com os upgrades como teste no primeiro Treino Livre, antes de reverter o motor para o usado no GP do Japão.  

O uso dos novos componentes para a melhoria do motor acarretarão em penalidades no grid, o que significará que o espanhol irá largar das últimas posições. Button irá receber o upgrade nas próximas provas, com a esperança que o motor dure até o fim da temporada.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Rússia
Pista Sochi Autodrom
Equipes McLaren
Tipo de artigo Últimas notícias