Horner cutuca Alonso: "Se perder, não reclame de bandeiras amarelas"

Depois de espanhol reclamar de chororô da Red Bull sobre pneus, chefe da equipe lembra da bronca da Ferrari no Brasil

O chefe da Red Bull, Christian Horner, respondeu às críticas de Fernando Alonso de que a Red Bull estava mostrando, com as reclamações em relação aos pneus, que não sabia perder. Mesmo sendo líder dos campeonatos de pilotos e construtores, a equipe é a mais ferrenha crítica da alta degradação dos pneus Pirelli.

 “Não acho que seja isso. No esporte, você tem de saber vencer e perder. Quando você perde, tem de trabalhar mais duro e não ficar apenas reclamando sobre bandeiras amarelas”, citando a queixa da Ferrari após Sebastian Vettel conquistar o tricampeonato no GP do Brasil do ano passado.

A resposta do dirigente se remete às declarações recentes de Alonso, que afirmou que as queixas mostram um lado que antes não ficava claro da atual tricampeã de construtores e pilotos.

“Eles são mais responsáveis de seus comentários do que nós”, disse o espanhol. “Acredito que, neste ano, está sendo vista de forma mais pública a imagem da equipe, que nem todos são anjos. Vimos isso na Malásia e nestas declarações. Quando se vence de maneira fácil por alguns anos, se esquece de como é perder.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias