Horner: harmonia e continuidade são o motivo do sucesso da Red Bull

Chefe da equipe dona de 23 vitórias nos últimos 40 GPs reconhece que pressão para se manter no topo é diferente

Horner conversa com o chefe da Toro Rosso, Franz Tost

Para o chefe da Red Bull, Christian Horner, a continuidade e a harmonia entre os diferentes setores da equipe foi o que levou Sebastian Vettel e companhia a dominar a temporada.

“É uma combinação de tudo trabalhando em harmonia. Todos os departamentos, tudo o que você não vê. Obviamente Sebastian fez um campeonato em um nível inacreditável, mas há a produção e as horas de trabalho de setores esquecidos, como de eletrônica, pesquisa e desenvolvimento, por exemplo.”

Horner destacou a importância da sequência de bons resultados, mesmo que o campeonato de 2010, que foi decidido apenas na última etapa, ter consumido muitos recursos da equipe.

“O ano de 2010 foi muito, muito duro para a equipe. Foi um campeonato decidido no fim, então ganhar logo a primeira prova de 2011 depois do desafio de 2010 foi algo tremendamente recompensador. Se olhar as últimas 40 provas, vencemos 23. Tivemos 25 pódios apenas neste ano, e 17 poles. Foi um excelente ano para a equipe, com estabilidade e continuidade. Nosso alvo é manter o mesmo nível.”

Mas o nível de excelência atingido não significa que o título de 2012 já esteja garantido. Horner admite que é diferente trabalhar para manter um domínio já estabelecido.

“Inevitavelmente, acho que ditamos o ritmo e, com isso, vem uma pressão diferente. É uma pressão diferente defender o campeonato e acho que o fizemos de forma mais convincente do que ocorreu em 2010. Há outras equipes com recursos que querem muito voltar ao topo. Só podemos focar em nós mesmos. Não dá para controlar os outros e espero que consigamos fazer um bom carro ano que vem.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Tipo de artigo Últimas notícias