Horner: melhor volta é única forma de avaliar GP da Red Bull

compartilhar
comentários
Horner: melhor volta é única forma de avaliar GP da Red Bull
Scott Mitchell
Por: Scott Mitchell
26 de mar de 2018 12:21

Chefe da equipe diz que fato de carros ficarem presos atrás de rivais escondeu real ritmo do RB14, de modo que volta voadora de Ricciardo é o único indicativo

Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing
Kimi Raikkonen, Ferrari SF71H, leads Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 at the start of the race
Kevin Magnussen, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, Romain Grosjean, Haas F1 Team VF-18 Ferrari, and Daniel
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing, at the drivers parade
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB14 Tag Heuer, Carlos Sainz Jr., Renault Sport F1 Team R.S. 18, F
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal

O chefe da Red Bull, Christian Horner, acredita que seu carro de 2018 só poderá ser julgado pela volta mais rápida de Daniel Ricciardo no GP da Austrália.

Max Verstappen ficou atrás de Kevin Magnussen, da Haas, na largada, e, em seguida, rodou depois de sofrer um dano no difusor no início da prova. Já Ricciardo passou boa parte da corrida preso no tráfego para chegar em quarto, sendo que ele largou em oitavo.

Ricciardo ficou preso atrás de Kimi Raikkonen, da Ferrari, na segunda parte da corrida, mas recuou no fim para se preparar para um último ataque, o que lhe rendeu a volta mais rápida da prova.

“Tivemos uma volta no GP para julgar nosso ritmo, e foi nessa que ele [Ricciardo] marcou a volta mais rápida”, disse Horner.

“Acho que o ritmo de nosso carro foi, na verdade, muito bom.”

“Ambos nosso carros ficaram olhando asas traseiras de carros diferentes durante o GP, e a única volta limpa que tivemos foi quando Daniel deixou Kimi abrir espaço para depois forçar e tentar ultrapassar na parte final da corrida. Foi ali que ele marcou a melhor volta.”

“Tínhamos muito ritmo na mão hoje, mas nunca pudemos mostrá-lo porque estávamos constantemente a menos de 1s atrás de alguém.”

Voltas mais rápidas de cada equipe:

Red Bull

Daniel Ricciardo

1m25.945s

 

Ferrari

Kimi Raikkonen

1m26.373s

0.428s

Mercedes

Lewis Hamilton

1m26.444s

0.499s

McLaren

Stoffel Vandoorne

1m26.958s

1.013s

Renault

Nico Hulkenberg

1m27.081s

1.136s

Force India

Esteban Ocon

1m27.600s

1.655s

Toro Rosso

Brendon Hartley

1m28.176s

2.231s

Williams

Lance Stroll

1m28.511s

2.566s

Sauber

Charles Leclerc

1m28.759s

2.814s

Haas

Romain Grosjean

1m28.805s

2.860s

Horner afirmou que a volta mais rápida da prova era “ritmo genuíno”, porque foi marcada em condições normais de corrida, e admitiu que ficar de fora do pódio foi “um pouco frustrante”.

Ele explicou que a Red Bull compensaria a falta de comparações ao trabalhar com base nas impressões dos pilotos, dos dados coletados e nas características em que o time quer melhorar.

Verstappen, por sua vez, completou em sexto, o que fez com que tenha sido a primeira vez que as duas Red Bull terminassem nos pontos na abertura do campeonato nesta era V6 turbo híbrida da F1.

“Acho que temos algumas boas informações. Sabemos que temos um bom carro”, disse Horner. “O ponto negativo é que ainda temos um déficit na classificação.”

 

Próxima Fórmula 1 matéria

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Localização Melbourne Grand Prix Circuit
Pilotos Daniel Ricciardo
Equipes Red Bull Racing
Autor Scott Mitchell
Tipo de matéria Últimas notícias