Horner: “Seria irônico se a Renault comprasse a equipe que vendeu”

compartilhar
comentários
Horner: “Seria irônico se a Renault comprasse a equipe que vendeu”
Por: Gabriel Lima
16 de jul de 2015 10:49

Diretor da Red Bull garante que tem contrato prioritário vigente de fornecimento de motores com a Renault mesmo se franceses tiverem time próprio

Daniil Kvyat, Red Bull Racing
Daniil Kvyat, Red Bull Racing
Engenheiros da Red Bull Racing
Daniil Kvyat, Red Bull Racing RB11

Vivendo um momento difícil, a Renault considera muitas opções para os próximos anos na Fórmula 1. Fornecedora da Red Bull desde 2007, a montadora saiu da categoria oficialmente como equipe no final de 2011. No momento, os franceses pensam em retornar ao campeonato, e pode ser com a mesma equipe que venderam – a atual Lotus. No entanto, por ora, não há nada firmado oficialmente.

Chefe da Red Bull, Christian Horner não se preocupa com o que pode acontecer, já que o time tem um contrato que estabelece prioridade no desenvolvimento dos propulsores da marca francesa.

"Essas são decisões que eles têm de fazer. Iria ser uma certa ironia se a Renault comprasse de novo a equipe que eles venderam”, disse.

“Mas, da nossa parte, temos um acordo muito claro com a Renault que nos garante status de prioridade. Qualquer um desses cenários exige ter um motor competitivo - e realmente não importa a base do acordo que temos. Mas 2017 poderá ser um jogo completamente diferente."

Quando perguntado se a Red Bull considerara mudar de fornecedora de motores, Horner diz que não há foco sobre este assunto no momento. Para muitos, a Red Bull poderia voltar a utilizar motores Ferrari.

"Obviamente o Grupo Red Bull teve um relacionamento com a Ferrari por muitos anos como fornecedora de motores para a Toro Rosso. Sergio Marchionne [presidente da Ferrari] fez uma oferta generosa - mas sem quaisquer detalhes - no GP da Áustria. Mas agora o nosso foco é o que temos neste momento."

Próxima Fórmula 1 matéria
Sainz teme largadas: “temos uma centena de modos no carro”

Previous article

Sainz teme largadas: “temos uma centena de modos no carro”

Next article

Chefe de Hockenheim considera risco da Alemanha ficar sem GP

Chefe de Hockenheim considera risco da Alemanha ficar sem GP
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing Shop Now
Autor Gabriel Lima
Tipo de matéria Últimas notícias