Horner: Verstappen ficou “entediado” com domínio no México

Chefe da Red Bull relata que teve de conter o ímpeto do holandês durante a prova no Hermanos Rodriguez

O chefe da Red Bull, Christian Horner, afirmou que teve de “segurar” Max Verstappen durante o GP do México, vencido de forma tão dominante pelo holandês de modo que ele ficou “entediado”.

Verstappen assumiu a liderança da prova na curva 1, quando passou Sebastian Vettel por fora, e, dali em diante, passou a abrir vantagem sem uma maior ameaça de trás.

Na verdade, a maior preocupação de Verstappen foi com um potencial problema na confiabilidade, já que a fornecedora de motores Renault esteve no limite de sua refrigeração devido à altitude na Cidade do México.

Horner afirmou que, com a equipe reduzindo o desempenho do motor e ordenando para que Verstappen recuasse para economizar seus pneus, as frustrações começaram a surgir.

“O grande desafio nessa corrida foi de segurá-lo, não de fazê-lo andar mais rápido, o que é muito incomum”, disse Horner.

“Acho que ele começou a ficar entediado algumas vezes. Tentamos continuar o segurando e ele estava frustrado porque não conseguia ir ainda mais devagar. Ele adora disputas roa a roda. O que ele fez nas primeiras duas curvas mostrou que ele queria vencer essa corrida mais do que qualquer outro.”

Esta foi a terceira vitória na carreira e Verstappen, que já triunfou nos GPs da Espanha de 2016 e da Malásia deste ano. 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do México
Sub-evento Domingo - Corrida
Pista Autodromo Hermanos Rodriguez
Pilotos Max Verstappen
Equipes Red Bull Racing
Tipo de artigo Últimas notícias
Tags christian-horner