Horner: Verstappen pode ter um time em torno dele na equipe

Chefe da Red Bull acredita que holandês deve considerar os benefícios de um futuro a longo prazo

Max Verstappen teve seu nome ligado à Ferrari e à Mercedes, após a temporada 2018, mas o chefe da Red Bull, Christian Horner sugere que em vez de se juntar a Sebastian Vettel ou Lewis Hamilton, a melhor opção para ele seria a permanência.

"Acho que ele pode ver a força e a profundidade da equipe", disse Horner ao Motorsport.com. "Ele se sente confortável aqui. Ele é o mais novo vencedor de um GP, o mais jovem a conseguir duas vitórias, ele é o pontuador mais novo."

"E Lewis está bem definido na Mercedes, Seb assinou por três anos na Ferrari. O óbvio é construir uma equipe ao seu redor."

Perguntado se achava que Verstappen realmente gostaria de ficar cara a cara no mesmo time que Vettel ou Hamilton, Horner disse: "Essa é uma pergunta que só ele pode responder."

"Todos queremos estar em uma posição competitiva e acho que, da maneira como desenvolvemos este chassi neste ano, colocamos uma séria performance no carro. Precisamos manter essa trajetória em andamento."

Terceiro lugar

Horner acredita que Verstappen ganhará experiência, após uma temporada em que teve sete abandonos em 16 provas.

Ele conta que, sem os problemas mecânicos e os incidentes, o holandês agora estaria em terceiro lugar, em vez de sexto no campeonato mundial.

"Houve muitas corridas neste ano quando estava em uma posição fantástica para conseguir grandes resultados."

"Ele teve quatro problemas mecânicos, todos de motor. Se você olhar para os pontos perdidos, ele deveria estar terceiro no campeonato no momento."

"Credite a ele que, em uma idade tão jovem, não ter deixado a frustração ferver. Ele manteve a cabeça no lugar, continuou e, como sempre disse, quando se trata dele, sempre vem coisa boa. E isso é exatamente o que aconteceu na Malásia. Ele fez uma ótima corrida lá, sem problemas."

Com Verstappen apenas em seu terceiro ano, Horner sente que suas performances foram "fenomenais" pelo seu nível de experiência.

"É muito espantoso que ele tenha apenas 20 anos. Apenas veja o que ele tem na F1 agora. Ele é um dos mais, se não o piloto mais popular na F1."

"Acho que ele está crescendo em todas as áreas. Ele tem pouca experiência em corridas, mas está aprendendo e ficando mais forte a cada semana."

"Não há atalho para a experiência. Ele está agora perto de completar sua terceira temporada, e você olha para o nível em que ele está se apresentando. É fenomenal e o que é emocionante é o que o futuro pode reservar a ele."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias