Hulkenberg aceita culpa em acidente com Massa em Cingapura

Piloto da Force India diz que deveria ter dado mais espaço ao brasileiro da Williams e elogia manutenção de Perez na equipe

Felipe Massa saia dos boxes na volta 14 do GP de Cingapura, quando um acidente com Nico Hulkenberg tirou o alemão da corrida. O piloto fechou o caminho de Massa, que vinha por dentro na curva.

Os comissários da FIA não tiveram dúvida: deram uma punição de três posições para Nico em Suzuka por ter causado o incidente. A decisão o deixou "perplexo" naquele momento. Mas, nesta quinta-feira, ele admitiu a culpa no ocorrido e pediu desculpas a Massa.

"Eu vi as imagens de vídeo e provavelmente deveria ter dado a Massa um pouco mais de espaço, pois ele estava por dentro e eu tinha mais espaço à direita", disse ele.

"A visibilidade também é difícil quando você está lado a lado com outra pessoa. Pensei que estava indo para cima, mas não estava. Então, tomamos uma punição aqui e deixaremos o incidente para trás. Agora vamos seguir em frente e fazer o melhor possível neste fim de semana."

Dupla forte

A Force India confirmou nesta quinta-feira a permanência de Sergio Perez na temporada de 2016. Será o terceiro ano consecutivo que ele será o parceiro de Hulkenberg no time indiano com base em Silverstone.

"Eu acho que nós dois trabalhamos bem juntos. Nós fazemos uma combinação forte", disse o alemão.

"Ambos têm fé na equipe e ambos veem um grande potencial que se pode extrair e avançar com o time", acrescentou.

O anúncio da Force India encerrou a especulação de que Perez poderia estar sendo sondado pela Lotus/Renault, algo que o mexicano admitiu ser uma "opção séria" nesta quinta.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Felipe Massa , Nico Hulkenberg , Sergio Perez
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias