Hulkenberg acredita que ritmo de Sochi se repita em Austin

Piloto da Force India acha que pode terminar temporada em nível elevado, apesar da decepção do GP da Rússia, quando bateu na primeira volta

As próximas pistas da temporada da F1 reserva longas retas, o que pode favorecer os carros com motores da Mercedes, tal como foi comprovado em Sochi, com o pódio de Sergio Perez. Mesmo não tendo bom resultado no domingo, Nico Hulkenberg falou sobre as possibilidades da equipe para a parte final do campeonato:

"Acredito que em Austin será positivo de novo. Algumas características são similares a Sochi, com curvas de média/alta velocidade. Isso nos deve trazer mais pontos e mais coisas positivas."

"Para mim, eu observo quatro fortes corridas na parte final da temporada, obviamente quero fazer o meu máximo e terminar da melhor maneira possível"

"Um passageiro" na primeira curva

Hulkenberg também falou que foi "passageiro" quando começou a rodar à frente do pelotão no início do GP da Rússia. Ele perdeu o controle na curva 2, cortado pela Toro Rosso de Max Verstappen e atingido fortemente pela Sauber de Marcus Ericsson

"Perdi completamente a traseira. Obviamente não é uma coisa boa de acontecer na primeira curva, com todo mundo atrás de você, infelizmente não deu para eles me contornarem."

"Foi uma combinação de pneus frios, equilíbrio nos freios e talvez uma tentativa de freada um pouco tarde demais."

Hulkenberg disse que não estava muito preocupado, apesar de sua exposição ao tráfego no sentido contrário: "Não foi muito assustador. É uma situação de merda, desconfortável, mas estava em baixa velocidade naquela curva, de modo que não foi muito preocupante.

"Se isso acontecesse em alta velocidade, a história seria diferente."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Nico Hulkenberg
Equipes Force India
Tipo de artigo Últimas notícias