Hulkenberg: “Barrichello me ensinou muitas lições”

compartilhar
comentários
Hulkenberg: “Barrichello me ensinou muitas lições”
6 de abr de 2018 13:52

Alemão diz que brasileiro foi o companheiro de equipe com quem mais se divertiu na F1 e reconhece: “Ele me colocou no bolso”

Nico Hulkenberg considera que Rubens Barrichello foi um companheiro de equipe com quem pôde aprender várias lições, além de ter classificar o brasileiro como o colega com quem mais se divertiu até agora.

O alemão foi parceiro de equipe do brasileiro na Williams, em 2010, no ano de sua estreia na F1. Hulkenberg teve momentos de destaque na temporada, incluindo a pole position em Interlagos, mas, no geral, acabou superado por Barrichello na pontuação (47 a 22).

Hoje sete temporadas mais experiente, Hulkenberg ainda recorda do tempo vivido com Rubinho como algo especial. Nas atividades do GP do Bahrein, quando questionado sobre quem seria o parceiro com quem mais se divertiu, disse: “Rubens era divertido, porque eu era um novato e ele estava em sua 18ª temporada. Ele me colocou no bolso o tempo inteiro.”

“Eu pensava que tinha vantagem, mas aí, na classificação, ele colocava as mangas de fora e sabia do que eu era capaz de fazer. Ele me ensinou muitas lições. Foi um ano interessante com ele.”

Hulkenberg também contou que, na medida do possível, ainda mantém contato com o brasileiro. “De vez em quando. Às vezes ele vêm às corridas e faz trabalhos com a TV, nos falamos. Ele ama corrida e ainda está fazendo de tudo – corre de kart, na Stock Car. Agora seu filho começou e ele está totalmente comprometido com as corridas.”

Contudo, o alemão se mostrou chateado ao saber dos problemas de saúde vividos por Barrichello, o que já foi superado pelo veterano piloto. “Recentemente? Não fiquei sabendo. M****”, disse. “Bem, ele parece bem nas redes sociais. Ele é muito ativo.”

Reportagem adicional de Oleg Karpov

Próxima Fórmula 1 matéria
Stroll ataca Villeneuve após críticas: “não o ouço mais”

Previous article

Stroll ataca Villeneuve após críticas: “não o ouço mais”

Next article

Alonso: "Os próximos dois meses são cruciais"

Alonso: "Os próximos dois meses são cruciais"

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Tipo de matéria Últimas notícias