Hulkenberg comemora ter se livrado do azar das primeiras provas

Ao TotalRace, alemão da Force India faz uma avaliação positiva da temporada e destaca alta competitividade

Nico Hulkenberg pode ter iniciado sua segunda temporada na F-1, após a estreia em 2010 pela Williams e um ano como piloto de testes, com o freio de mão puxado, mas nas últimas provas tem conseguido bons resultados. A partir do GP da Europa, quando foi quinto colocado, o alemão tem estado constantemente à frente do companheiro Paul Di Resta e faz um balanço positivo de seu desempenho até aqui.

“A primeira metade do ano foi boa”, afirmou ao TotalRace. “Claro que as primeiras corridas da temporada foram difíceis – havia o potencial para eu ter conquistado mais pontos, mas tive muito azar no começo. Desde o início da temporada europeia as coisas estão caminhando em uma direção mais positiva.”

Mesmo tendo se encontrado ao longo destas primeiras 11 etapas, o piloto da Force India, que é o 16º colocado no campeonato, com 19 pontos, admite que o fato do rendimento dos carros estar muito próximo causa altos e baixos nos resultados.

“O pelotão tem sido muito competitivo e próximo. Quando a classificação é no seco, geralmente é muito apertado e há pouco tempo dividindo os pilotos. Tivemos bons momentos, como em Valência, assim como ocasiões em que não estivemos nos pontos. Porém, no final das contas, tem sido bom.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias