Hulkenberg diz não "chorar" por pódios perdidos na F1

Batendo na trave por várias vezes, piloto alemão mantém confiança em habilidade: “erros acontecem e azares também”

Na Fórmula 1 desde 2010 e com uma pole position na carreira, Nico Hulkenberg nunca deu muita sorte com resultados na categoria. Apesar de ser reconhecidamente um dos pilotos mais talentosos do campeonato, o piloto jamais conseguiu ir a um pódio até hoje, o que preocupa muitos de seus fãs.

Vencedor das 24 Horas de Le Mans em 2015, o alemão bateu na trave várias vezes, porém ele insiste que não fica preso às estatísticas.

"Há sempre uma razão para isso se você for analisar cada incidente ou caso", disse.

"Alguns poderiam ter sido evitados. Erros acontecem, azares também, mas é o que é.”

"É uma pena, porque gostaria de fazer um pódio para mim e para a equipe.”

"Mas eu não penso nisso (os pódios perdidos) e choro como se eu fosse um azarado. É apenas a vida. Espero que ela volte do outro lado nos próximos anos.”

"Eu acredito em trabalho duro e boas decisões. O resto pode dar certo ou não.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg
Tipo de artigo Últimas notícias