Hulkenberg é punido em 10 posições em Monza por acidente

compartilhar
comentários
Hulkenberg é punido em 10 posições em Monza por acidente
26 de ago de 2018 16:23

Alemão, considerado responsável por desencadear a batida múltipla em Spa, será punido no grid de largada da próxima etapa

Nico Hulkenberg perderá 10 posições no grid de largada para o GP da Itália, no próximo fim de semana, como consequência do acidente que causou na largada do GP da Bélgica.

Nos primeiros metros em Spa, o alemão da Renault perdeu o ponto de freada e atingiu a traseira de Fernando Alonso, da McLaren. O espanhol, em seguida, partiu desgovernado e passou por cima da Sauber de Charles Leclerc, caracterizando um acidente múltiplo que eliminou os três competidores.

Leia também:

Após conversar com os envolvidos, a direção de provas da F1 decidiu por acrescentar 10 posições no grid de largada para Hulkenberg em Monza, além de acrescentar três pontos de punição em sua carteira – o piloto é suspenso de uma etapa caso alcance 12 pontos em um intervalo de um ano.

“Os comissários reviram as evidências em vídeo, escutaram o piloto do carro #27 [de Hulkenberg] e os representantes das equipes”, diz o comunicado da FIA.

“O piloto do carro 27 declarou que avaliou mal a situação e admitiu por vontade própria que foi seu erro.”

Diferenças para Grosjean

Em 2012, Romain Grosjean foi considerado responsável por um acidente múltiplo de dinâmica semelhante em Spa, e, como consequência, foi suspenso da corrida seguinte, em Monza.

Para explicar a diferença entre as punições, a FIA esclareceu que houve a mudança de regulamento de lá para cá.

“Deve ser observado que, desde 2014, a FIA introduziu o sistema de pontos que leva em consideração infrações anteriores de um piloto e que pode resultar em uma suspensão caso haja 12 pontos acumulados em um período de 12 meses.”

“O sistema não estava em vigor quando um acidente não muito diferente deste aconteceu em 2012.”

Explicações do erro

Ao dar sua visão sobre o acidente, Hulkenberg admitiu que, de fato, cometeu um erro de avaliação na hora de frear seu Renault na aproximação da La Source.

“Não tive problemas. Só é incrível descobrir, de novo na volta 1, o quão sensíveis esses carros são com a aerodinâmica. Quando você tem alguns carros agrupados na sua frente, perdemos muita aderência, e, quando pisei no freio, instantemente travei as rodas dianteiras e escorreguei em direção a Fernando”, disse o alemão.

“Provavelmente foi um erro de avaliação de minha parte, freei muito tarde, tive vontade demais. É frustrante para ele, para Charles e também para mim.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Vettel rasga elogios a novo motor Ferrari após vitória

Previous article

Vettel rasga elogios a novo motor Ferrari após vitória

Next article

Ocon: “Precisaria de mais um metro para liderar a corrida”

Ocon: “Precisaria de mais um metro para liderar a corrida”
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Tipo de matéria Últimas notícias