Hulkenberg: Renault ainda estará em construção em 2017

Novo contratado acredita que equipe ainda não estará no seu auge no próximo campeonato

A Renault teve um retorno difícil em 2016. O time não conseguiu brigar por pontos regularmente e terminou apenas na nona posição no mundial de construtores.

E Nico Hulkenberg, que ajudou a Force India a chegar na quarta colocação da mesma competição, se juntou ao time em um acordo de vários anos. Mesmo assim, ele reconhece que sua nova equipe vai precisar de mais tempo para se estabelecer na F1.

"Acho que o próximo ano ainda será de construção, temos que ser realistas", disse Hulkenberg. "Neste campeonato eles vieram de um ano bastante difícil, e obviamente quando compraram a Lotus no ano passado, eles estavam em uma situação muito complicada, especialmente no início da temporada."

"Não fizeram muito em termos de desenvolvimento deste carro [RS16], então espero que no próximo ano esteja um pouco melhor, mas não espero estar entre os seis primeiros, mesmo entre os 10 melhores será um desafio."

"Essas coisas levam muito tempo. Para construir uma infraestrutura, contratar boas pessoas e desenvolver o carro."

Mais orçamento

A ex-equipe de Hulkenberg, a Force India, vem subindo de patamar desde 2008, mas o alemão acredita que a escuderia não pode crescer mais sem um aumento nos recursos disponíveis.

"Para avançar ainda mais, diminuir a diferença e, em seguida, estar na briga com os três melhores times é muito difícil, e eu acho que a Force India precisará de um pouco mais de orçamento, um pouco mais de recursos", disse Hulkenberg.

"Eu acho que as pessoas certas estão lá, é uma equipe muito boa, mas é um grande desafio, não é fácil."

Relatos adicionais por Jonathan Noble

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg
Equipes Force India , Renault F1 Team
Tipo de artigo Últimas notícias