Hulkenberg se diz contra cockpits fechados na Fórmula 1

Piloto da Force India afirma que “DNA” de carros monopostos são cockpits abertos e pede que não que “esterilizem” o esporte

Após a morte de Justin Wilson nas 500 Milhas de Pocono há menos de duas semanas, a velha discussão de cockpits fechados voltou ao noticiário. Nico Hulkenberg se disse contra a medida nesta quinta-feira (3) na Itália.

O piloto alemão correu de cockpit fechado na Porsche quando ganhou as 24 Horas de Le Mans neste ano.

"Na minha opinião, não", respondeu Hulkenberg, quando perguntado sobre cockpits fechados na F1.

"Obviamente há prós e contras, mas vejo corridas de monopostos com cockpits abertos.”

"Quando entramos neste esporte já sabíamos que havia algum risco envolvido e que tudo pode ser potencialmente perigoso. Mas este é o DNA das corridas e do automobilismo. Acho que não devemos esterilizar toda a coisa e fazer tudo de forma clínica e protegida demais.”

"Isso não é bom para o esporte e pode tornar as coisas um pouco desinteressantes."

Bottas discorda

Piloto da Williams,Valtteri Bottas discordou de Hulkenberg dizendo que a Fórmula 1 deve considerar a opção.

"Por que não? Se ele não limitar muito a nossa visão, não vejo nenhuma desvantagem", disse Bottas.

"Tem havido muitos acidentes com coisas batendo na cabeça dos pilotos, então acho que qualquer coisa para nos proteger pode ser bom. As pessoas dizem que com cockpits fechados os carros de F1 ficariam descaracterizados, mas realmente não vejo diferença."

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nico Hulkenberg , Valtteri Bottas
Equipes Force India , Williams
Tipo de artigo Últimas notícias