Hungria: local de lembranças e expectativas para Massa

compartilhar
comentários
Hungria: local de lembranças e expectativas para Massa
Por: Bruno Vicaria
27 de jul de 2011 11:55

Brasileiro retorna ao palco do acidente mais grave de sua carreira e torce para pneus e calor ajudarem a Ferrari neste fim de semana

Felipe Massa
O GP da Hungria pode ser uma corrida sem muitas emoções, mas traz memórias a diversos pilotos do grid, como Felipe Massa.
 
O brasileiro da Ferrari, atingido por uma mola desprendida do carro de Rubens Barrichello na classificação para a edição de 2009, destaca a enorme conexão que criou com o povo húngaro por conta disso, agendando uma nova visita aos que o ajudou.
 
"Após o que aconteceu dois anos atrás, Budapeste e o povo húngaro são uma parte importante da minha história. Por isso, pretendo me encontrar novamente com as pessoas que me ajudaram neste período difícil, na pista e no hospital", comenta.
 
"Desde o acidente, ganhei muitos fãs por lá. Não acho que eles viraram meus torcedores por causa do que aconteceu, mas por ter passado um tempo em Budapeste e me recuperado totalmente, o que foi como uma vitória para mim. E essas pessoas se sentem parte desta vitória."
 
Voltando suas atenções para a corrida deste ano, Massa celebra o fato de a Pirelli levar pneus supermacios e macios, que se adaptam melhor ao carro da Ferrari, e, também, às altas temperaturas da Hungria, outro ponto positivo para o time italiano.
 
"Podemos acreditar em outro fim de semana positivo. Junto a isso, temos os pneus macios e supermacios da Pirelli, que se adaptam bem ao nosso carro. Além disso, podemos esperar temperaturas mais quentes na Hungria, o que é bom para nós."
 
Massa também espera mais novidades na 150º Italia: "Nosso programa de desenvolvimento está rolando e teremos pequenos updates neste fim de semana, que, espero, ajudarão a tornar o carro mais forte."
 
O brasileiro acredita que a corrida será muito mais movimentada neste ano. "A natureza de Hungaroring mostra que a corrida aqui é meio que uma procissão. Mas, neste ano, com certeza teremos mais ultrapassagens. Não em grande quantidade, uma vez que a reta principal não é tão longa, mas a asa móvel vai ajudar. Isso e a possibilidade de degradação de pneus em altas temperaturas nos anima a dizer que a torcida pode esperar um grande show no domingo, com boas estrategias para observar. E todas essas condições certamente nos favorecerão."
Próxima Fórmula 1 matéria
Force India busca construir em cima de bom GP na Alemanha

Previous article

Force India busca construir em cima de bom GP na Alemanha

Next article

Vettel não está sucumbindo à pressão, afirma Whitmarsh

Vettel não está sucumbindo à pressão, afirma Whitmarsh

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Felipe Massa
Autor Bruno Vicaria
Tipo de matéria Últimas notícias