“Igualar Ayrton Senna significa muito para mim”, diz Hamilton

Piloto britânico conquista terceiro título mundial após grande corrida em Austin e coloca de vez nome entre os grandes

Com um erro de Nico Rosberg nas últimas voltas, Lewis Hamilton teve entregue de bandeja o tricampeonato pelo companheiro de equipe, que já estava abrindo uma boa vantagem na liderança após o Safety Car.

Foi a 43ª vitória do piloto da Mercedes na F1, e a quarta nos EUA (três delas em Austin). O triunfo foi comemorado como poucos pelo inglês, que se junta a Jack Brabham, Niki Lauda, Nelson Piquet, Jackie Stewart e a seu ídolo, Ayrton Senna, como tri da F1. Ele lembrou disso ao falar de seu título na coletiva de imprensa após a prova.

“Igualar Ayrton Senna significa muito para mim”, falou.

Perguntado por Elton John na entrevista do pódio como se sentia, Hamilton falou: “Estou muito bem. Gostaria de agradecer muito a você e a todo o público. Espero que tenhamos feito um bom show para vocês hoje.”

“Não consigo encontrar as palavras certas para te descrever como me sinto. Não conseguiria ter feito isso sem este time, que me ajudou bastante neste últimos três anos.”

“Eles me abraçaram e fizeram um grande carro. Pessoal, amo vocês e muito obrigado por tudo o que vocês fizeram por mim.”

“Agradeço à minha família, que está assistindo, e aos meus fãs.”

No final, Hamilton perguntou se Elton John iria a sua festa. O cantor respondeu: “Infelizmente não vou poder ir para a festa, tocarei mais tarde esta noite.”

Lewis prometeu sua presença no show: “Estarei lá.”

A Mercedes destacou outra frase de Hamilton após o pódio citando Senna:

A McLaren, ex-equipe do inglês, lhe deu os parabéns:

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Sub-evento Domingo corrida
Pista Circuit of the Americas
Pilotos Lewis Hamilton
Equipes Mercedes
Tipo de artigo Últimas notícias