Imprensa venezuelana comemora feito do filho de Maracay

Alguns jornais locais já escrevem em busca de uma vitória em Mônaco. Já outros, erram o contexto histórico e até Hugo Chávez vibrou

Imprensa de seu país dá destque a vitória

A Venezuela destacou em peso o feito de Pastor Maldonado ao vencer o Grande Prêmio da Espanha. Periódicos locais davam em seus websites grande valor a Pastor Maldonado.

O El Nacional, jornal da capital Caracas, dava em sua capa um destaque para Maldonado, mas sem exaltar demasiadamente seu feito. Algo mais sóbreo, assim como sua comemoração pós-corrida.

"Pastor Maldonado vence o GP da Espanha", era a manchete do periódico.

Hugo Chávez também se pronunciou sobre o acontecido, como o próprio jornal citou. Para ele, o feito do filho de Maracay foi histórico:

"Pastor Maldonado ganhou fazendo história! Bravo Pastor! Felicitações a você e a todo seu time combativo! Vencemos!", vibrou.

Já a TeleSur, TV que tem seu quartel general na Venezuela, puxou para o lado da segunda vitória de Maldonado, que poderá acontecer já em Mônaco.

"Preveem a vitória de Pastor Maldonado em Mônaco", relacionando a notícia com declarações de Arturo Mora, manager do piloto venezuelano.

O periódico "O Universal" abre o texto exaltando que a vitória venezuelana na F-1 foi escrita 'hoje' de uma forma histórica, mas comete gafe.

"Pastor Maldonado escreveu hoje uma página histórica no esporte venezuelano ao ganhar na Espanha a primeira vitória da Venezuela na Fórmula 1 e devolver a Williams o lugar mais alto do pódio após 12 anos", relatou errando a data da última vitória do time, que foi em 2004, portanto, há 8 anos.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Pastor Maldonado
Tipo de artigo Últimas notícias