“Início perfeito”, define Nico Rosberg após triunfo

Alemão é superado pelas Ferraris na largada, mas estratégia o faz ir para liderança na segunda metade da corrida

Nico Rosberg começou com tudo a temporada 2016 da Fórmula 1. Ele ganhou neste domingo o GP da Austrália pela segunda vez. A vitória foi sua 15ª na carreira, que completa uma década na F1 neste ano.

Mas o dia para Nico não começou bem. O piloto da Mercedes largou mal, mas ainda foi melhor que o companheiro Hamilton, que caiu da pole para o sexto lugar. Nico caiu para terceiro, atrás das duas Ferraris.

Nico passou Raikkonen após a primeira parada, e depois do erro estratégico após a bandeira vermelha feito pelo time de Vettel, o alemão ficou livre para vencer a corrida.

“Foi um grande final de semana. Agradeço à equipe, que fez um trabalho incrível”, falou.

“Nos deram um carro fantástico. Estávamos bem hoje, e ter batido a Ferrari foi fantástico. Estou super animado com esta prova.”

“É só o começo mas foi um início perfeito. Temos de manter os olhos nos caras de vermelho, porque eles estão muito bem,  como nós vimos aqui hoje.Temos de dar tudo para continuarmos na frente.”

Quase abandonou

Chefe da equipe Mercedes, Toto Wolff disse que por pouco Rosberg não foi obrigado a abandonar a prova por problemas de freio.

"Tivemos um problema no carro de Nico com a temperatura da pinça de freio, que se manteve subindo. Em um momento pensamos em abandonar", disse ele.

"Isso foi com dois terços para a corrida. Eram detritos na pinça.”

"A temperatura estabilizou no valor máximo. Depois abaixou de novo, muito lentamente. Mas, em um certo estágio, foi muito difícil para a equipe manusear.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Pista Albert Park Circuit
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias