Itália aprova lei que ajuda manter F1 em Monza

Senado italiano aprovou emenda que autoriza Automobile Club d'Italia a ajudar no financiamento que "paga" a realização da prova no circuito

De acordo com o jornal Gazzetta dello Sport, o senado italiano aprovou lei que permite que o Automobile Club d'Italia (ACI) utilize suas verbas para financiar o GP da Itália de F1.

Anteriormente, apenas o Automóvel Clube de Milão, liderado pelo ex-piloto Ivan Capelli, estava autorizado a bancar a prova, usando a receita gerada pela venda de ingressos.

Com a nova lei, as finanças que podem garantir a permanência de Monza, que terá receitas quase dobrada. A decisão do Senado levou o presidente do ACI, Sticchi Damiani, a declarar que a corrida de Monza foi "salva", sugerindo que o acordo final com Bernie Ecclestone deva ser assinado em janeiro.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pista Monza
Tipo de artigo Últimas notícias