Jenson Button espera menos surpresas com os pneus em 2013

Piloto inglês comemora estabilidade nas regras e salienta a necessidade de trabalhar em conjunto com Perez

Jenson Button não espera que as incertezas a respeito dos pneus continuem para a próxima temporada. Em 2012, as sete primeiras provas foram vencidas por sete pilotos diferentes, muito em função da dificuldade dos times em manter um padrão de performance.

Nesta temporada, como há uma maior estabilidade nas regras aerodinâmicas, Button espera uma continuidade dos projetos dos carros e, com isso, que o comportamento dos pneus seja mais previsível após a experiência adquirida ano passado. “Acho que todas as equipes irão para a temporada mais seguros sobre os pneus. Ano passado, demoramos para nos entender com a borracha, mas é menos provável que isso se repita porque há mais estabilidade. Há diferenças entre os pneus – a forma e os compostos, mas não acho que serão tão fundamentais para a performance do carro, como eram ano passado”, afirmou ao site oficial da McLaren.

O inglês é um dos grandes interessados que os carros não mudem radicalmente para 2013. Afinal, a McLaren venceu as duas últimas etapas do campeonato e só não conquistou três vitórias devido à quebra de Lewis Hamilton enquanto liderava o GP de Abu Dhabi. “Em termos de regras, há alguma estabilidade, então espero que as equipes continuem a refinar seus pacotes no inverno. É sempre interessante ver como os carros se desenvolvem durante um período de regras estáveis. Também espero estabilidade por outro motivo: venci a última corrida de 2012, então seria perfeito repetir isso na primeira de 2013.”

A temporada também trará novidades para o time de Woking, com a chegada do mexicano Sergio Perez. Button destacou a necessidade de trabalhar bem com o novo companheiro e prevê uma parceria de sucesso. “Todos vimos do que ele era capaz ao volante de uma Sauber ano passado e acho que trata-se de uma grande contratação para a equipe. O mais importante é ter uma boa relação de trabalho, dividir ideias e informação livremente e trabalhar pelo bem da equipe junto dos engenheiros. Isso nunca foi um problema na McLaren e acho que trabalharemos bem juntos. Checo pode ter só 22 anos, mas é muito sensível e sabe o que é necessário para tirar o máximo do carro, então prevejo uma parceria forte.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias