Jornal relata que Mercedes não vê Hamilton insubstituível

Segundo jornal The Times, integrante da fabricante alemã que não quis se identificar reforçou que comportamento do piloto preocupa

Um membro de grande relevância da Mercedes, que preferiu não se identificar, disse ao jornal inglês The Times que a equipe não está blefando quando diz que até Lewis Hamilton poderia sair por causa da tensão com seu companheiro Nico Rosberg. O comportamento do inglês, inclusive, prejudica a sua situação.

"Lewis é uma mistura complicada de auto-confiança e insegurança", disse, segundo o jornal. "Ele tem esse foco incrível, de modo que independentemente de tudo que faça fora da pista, ele consegue entrar no carro e fazer o seu trabalho muito bem. Mas ele compete para uma equipe que está dividida agora entre o que ele faz na pista e que ele faz fora dela."

Vale lembrar que o chefe da Mercedes, Toto Wolff,  disse por duas vezes que, por uma questão de harmonia dentro da equipe, a rixa entre Hamilton e Rosberg deveria parar. Caso contrário, até uma mudança de pilotos poderia ocorrer.

Contra Hamilton pesa o comportamento após a confirmação do título deste ano. Muitos acreditam que ele perdeu a motivação e pegou pesado nas festas que participou. Em um post do Snapchat recentemente, Hamilton fez um video-selfie dizendo 'tomamos muita vodka".

"Há uma ala na Mercedes no alto escalão que não está gostando nada do que está vendo", disse o integrante oculto, que completou. "Um deles que declarou que ninguém é insubstituível, incluindo Hamilton"

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias