Kers na HRT em 2012 é improvável, acredita Luis Perez Sala

Chefe da equipe espanhola - que é a mais fraca do grid - quer focar a melhora do carro em outras áreas

Equipe está no fundo do grid de 2012

Luis Peres Sala, o chefe da equipe HRT, que até então tem tido o pior desempenho de 2012, acredita que o time não deverá utilizar o Kers nesta temporada.

Sala disse que o novo F112 foi desenhado para acomodar a tecnologia de reutilização da energia, mas qualificar confortavelmente dentro dos 107% é o alvo agora.

"O carro foi feito para carregar o Kers, mas nós não devemos utilizá-los. Acreditamos que não correremos com ele esse ano", disse o espanhol ao 'El Confidencial'.

Para as próximas corridas a HRT trará um novo pacote que poderá, de alguma forma, melhorar o desempenho do carro.

"Na China e no Bahrein nós vamos melhorar as coisas no carro e na equipe, mas isso é um processo longo e que vai durar o ano todo", explicou Sala.

Agora o principal passo de Sala é colocar "o time unido, ter um carro confiável e uma equipe que possa desenvolvê-lo e ficar por volta dos 105% do tempo da pole", finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias