Kimi amarga eliminação no Q2, mas garante brigar por pontos no GP

Já Romain Grosjean colocou a Lotus em sétimo e espera que o calor e a pouca degradação favoreçam seu carro

Kimi Raikkonen: sexta fila em Montreal

Em seu retorno a Montreal, Kimi Raikkonen não teve um de seus melhores desempenhos com o carro da Lotus.

O campeão de 2007 foi eliminado logo na segunda parte da classificação e largará do 12º posto, enquanto seu companheiro de equipe, Romain Grosjean, obteve uma classificação melhor, saindo em sétimo. "Vamos estar bem pra corrida", garante o piloto finlandês. 
 
"O carro está rendendo bem. Não fomos ao último treino e não sei se conseguiria passar. Vamos ver amanhã, vamos buscar pontos e tentar o pódio em uma corrida forte. Não sei o que esperar. Estou mais confiante e vamos tentar fazer o melhor que podemos", completa.

Romain Grosjean teve um desempenho melhor que seu companheiro e entrou no Q3, fechando em sétimo, mas reconheceu que a Lotus não cresceu tanto quanto era esperado com a alta na temperatura em relação aos treinos livres.

“Claro que queríamos um pouco mais da classificação, mas é um circuito difícil de acertar, e a grande variação de condições de tempo em relação a ontem não ajudou. O calor definitivamente é melhor para nós, mas não tão bom quanto esperávamos. O carro pareceu bastante forte, mas minha última tentativa poderia ser melhor, o que foi uma pena. Nosso carro economizou bastante os pneus até agora na temporada e tomara que isso faça a diferença.”
Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Canadá
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias