Kimi diz que pneus de chuva da F1 eram melhores há doze anos

43,603 visualizações

Kimi Räikkönen afirma que pneus de chuva atuais não são tão bons quanto os de outrora e não permitem aos pilotos se livrarem de situações de aquaplanagem

Um dos acidentes mais impressionantes e preocupantes do GP do Brasil foi o de Kimi Räikkönen, que aquaplanou em plena reta dos boxes e ficou com a Ferrari atravessada logo após a linha de chegada em Interlagos.

O acidente do finlandês, somado aos incidentes com outros pilotos durante a prova brasileira, levou a Pirelli a ser alvo de duras críticas pela falta de desempenho dos compostos de pista molhada.

Questionado sobre os pneus de chuva da Pirelli, Räikkönen respondeu: "Eles aquaplanam muito fácil, não precisa ser em uma situação de chuva forte. Dissemos isso algumas vezes, mas claro que depende da pista e de muitas outras coisas", disse.

"Se você comparar há 12 anos, aqueles pneus lidariam com a quantidade de água vista no Brasil sem dificuldades e sem aquaplanar. Hoje, se você tiver um pouco de água acumulada, você perde completamente a aderência", afirmou.

Kimi explicou que se tornou passageiro do carro assim que a traseira do carro se perdeu na aquaplanagem. "Para mim, havia muita aquaplanagem naquele trecho. Rodei em um trecho bastante perigoso e nem estava chovendo tão forte, mas era fácil aquaplanar ali", acrescentou.

"Aconteceu quando eu não esperava e rodei, mas ninguém me acertou. O problema é a aquaplanagem, se há água acumulada, não há o que você possa fazer para controlar o carro novamente", completou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Brasil
Pista Interlagos
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Últimas notícias