Kimi é otimista apesar de problema: “todos estarão próximos”

Piloto é obrigado a parar Ferrari durante TL2 e diz que time ainda não descobriu motivo de falha da unidade

Kimi Raikkonen foi um dos destaques desta sexta-feira (11) em Barcelona. Mas não foi pelos motivos que ele gostaria. Com pouco mais de 30 minutos para o fim do treino ele foi obrigado a abandonar a sessão após uma falha de seu motor.

No momento, o "Iceman" admitiu que não sabe o que aconteceu: "não sabemos o que aconteceu ainda. Houve um problema que me forçou a parar, mas ainda temos que entender exatamente o que é. "

Mesmo em nível de desempenho, Kimi foi o último entre as três equipes grandes, fechando na sexta posição 0s5 mais lento.

"É impossível entender as coisas exatamente, porque este é um circuito muito diferente comparado aos anteriores.”

“Não foi uma sexta-feira muito normal para nós, mas sabemos o que temos que fazer e na maioria dos casos ficamos bem, então devemos ficar bem até amanhã."

Em qualquer caso, tendo em vista a classificação de amanhã, ele mostrou um otimismo: "este é o dia em que tentamos diferentes soluções para tentar aprender, então amanhã veremos qual será a força de todos. Penso que estaremos todos muito próximos. Vamos ver. "

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Sub-evento Sexta-feira - Treino livre 2
Pista Circuit de Barcelona-Catalunya
Pilotos Kimi Raikkonen
Equipes Ferrari
Tipo de artigo Entrevista