Kimi: "Estar na frente em um teste não significa nada"

Dono da melhor volta da sexta, finlandês da Lotus quer trabalhar para evoluir o E21 antes dos testes de Barcelona, dia 19

Dono da melhor volta do último dos quatro dias de pré-temporada em Jerez de la Frontera, Espanha, o finlandês da Lotus Kimi Raikkonen disse que liderar os testes não quer dizer absolutamente nada.

"Estar no topo da tabela de tempos não significa nada em um teste. Nosso foco tem sido testar partes do carro e me aproximar de um acerto do qual gosto mais. Ainda temos muito trabalho a fazer, mas vamos continuar testando. O carro parece forte e as melhorias estão caminhando. Vamos ver o que acontece em Barcelona", disse o campeão mundial de 2007.

Raikkonen cravou na melhor de suas passagens o tempo de 1min18s148, sendo o melhor da sexta-feira, mas não de todas as sessões em Jerez, já que Felipe Massa, na quinta-feira, andou abaixo de 1min18 com sua Ferrari.

Kimi ainda tem esperanças que o carro da Lotus possa evoluir mais até os testes da Catalunha, em duas semanas. "Nosso carro do ano passado era bom e ganhamos uma corrida. Sabemos que o E21 parece ser muito bom e ainda temos muitas coisas a trazer para o próximo teste. Nossa meta é sermos melhores do que no ano passado. Se conseguiremos isso, ou não, não sabemos, mas certamente trabalharemos duro para tal", finalizou.

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kimi Raikkonen
Tipo de artigo Últimas notícias