Kimi: falta de combustível custou chance de pole em Spa

compartilhar
comentários
Kimi: falta de combustível custou chance de pole em Spa
25 de ago de 2018 15:53

Finlandês, um dos favoritos antes da classificação, ficou parado na garagem nos momentos derradeiros por estar sem gasolina em sua Ferrari

Kimi Raikkonen explicou que a falta de combustível em sua Ferrari foi o fator que o impediu de lutar pela pole position nos instantes finais da classificação da F1 em Spa-Francorchamps.

Raikkonen, que havia despontado como um dos favoritos nas atividades até então, ficou parado na garagem no momento em que a pista parecia em melhores condições de aderência. Assim, sem poder melhorar seu tempo, o finlandês caiu para o sexto lugar no grid, atrás de Lewis Hamilton, Sebastian Vettel, Esteban Ocon, Sergio Pérez e Romain Grosjean.

Questionado se o problema havia sido de fato a falta de combustível, Raikkonen disse: “Sim, é isso. Foi o que aconteceu, e, honestamente, não tínhamos tempo para sair mais, então não sei. Não falei com ninguém ainda.”

“Obviamente, não é como a sessão deveria ter terminado, mas foi o que tivemos hoje, então precisamos entender o quê e por quê.”

Raikkonen afirmou que a Ferrari deveria ter reabastecido seu carro no momento em que foi aos boxes para trocar pneus, tática que, segundo ele, foi a adotada no carro de Vettel.

“Acho que deveríamos ter parado quando trocamos os pneus e colocado mais combustível, e, assim, ter conseguido fazer mais voltas. Mas não sei os motivos.”

“Acho que foi isso que o outro carro fez, então, analisando agora, teria sido a escolha correta.”

“Nessas condições, é importante estar lá nas últimas voltas, nos últimos segundos, porque é quando o circuito sempre estará mais rápido. Mas, hoje, não aconteceu.”

Raikkonen projeta um domingo mais trabalhoso como consequência e expressou a importância de uma largada limpa.

“É doloroso, já que, de certa forma, deixamos nosso domingo muito mais difícil. Aqui, infelizmente, frequentemente a primeira curva não é muito limpa devido ao traçado, então, quanto mais longe da ponta, maior é o risco de algo dar errado. Juntando todas as coisas, definitivamente não foi ótimo, mas o que podemos fazer? Tentaremos amanhã e novo e espero aprender com os erros e continuar em frente.”

“Precisamos passar pelas primeiras curvas de forma limpa, sem problemas, e aí veremos. Obviamente não são, digamos, os carros normais em nossa frente, então vamos ver o que acontece. Ontem foi surpreendentemente difícil ultrapassar, mas a corrida é uma história diferente. Então, não é um desastre, mas não é o que estávamos procurando.”

Próxima Fórmula 1 matéria
Resultado do quali em Spa não surpreende Alonso

Previous article

Resultado do quali em Spa não surpreende Alonso

Next article

Sainz lamenta retrocesso da Renault na Bélgica

Sainz lamenta retrocesso da Renault na Bélgica
Load comments

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Tipo de matéria Últimas notícias