Kimi Raikkonen testará em janeiro com modelo antigo

Finlandês vê os pneus Pirelli como o principal desafio na volta à F-1 após dois anos, mas se diz tranquilo

Raikkonen com o chefe da equipe, Eric Boullier

Kimi Raikkonen revelou que testará com um modelo antigo em janeiro para começar o trabalho de readaptação à F-1 depois de dois anos afastado da categoria. O finlandês, contratado pela Lotus para 2012, revelou que a prioridade no momento é fortalecer o pescoço e afirmou que seu foco principal na pista será entender os pneus Pirelli.

“Entender os pneus será o mais difícil, claro, mas não estou preocupado. Mesmo que o regulamento não mude muito, as diferenças estão em várias áreas, então os carros serão significantemente mais difíceis. A ordem das equipes pode mudar”, disse em material distribuído pela equipe.

“Vou conseguir andar com um carro de dois anos atrás em janeiro. Claro que farei o treino normal, mas também vou trabalhar para conhecer melhor a equipe e ter certeza de que compreendi totalmente as mudanças que ocorreram.”

O campeão de 2007 acredita que terá menos problemas de adaptação na volta à F-1 do que em suas incursões pelo rally e pela Nascar, modalidades nas quais competiu desde que deixou a categoria, ao final da temporada 2009.

“Antes das minhas duas temporadas no rali eu tive nove temporadas, 157 corridas e 18 vitórias na F-1. Conheço o esporte muito bem. Quando fui para o rally ou para a Nascar, havia muitas coisas para aprender, mas com a F-1 me sinto como se estivesse voltando para casa.”

O finlandês brincou quando perguntado qual o melhor momento desde que anunciou seu retorno.

“Vettel me imitando! Não, falando sério, minhas duas visitas a Enstone foram ótimas. A primeira, na festa de Natal da equipe, me fez perceber o tamanho do apoio que tenho. A segunda, semana passada, permitiu que entendesse que essa equipe não foi campeã por coincidência. Também vi os investimentos que fizeram recentemente”, referindo-se ao novo simulador, melhoria do CFD e do túnel de vento.”

Raikkonen aproveitou para comentar a leve queda que teve em evento na Áustria há pouco mais de uma semana, quando machucou sem gravidade o pulso.

“Fiquei surpreso com a atenção que foi dada a minha queda da moto na neve. Dá para assistir no YouTube e foi provavelmente uma dos menores e em menor velocidade que eu tive. Quase dá vergonha!”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias