"Kobayashi merece ficar na F-1. Torço por isso", diz Monisha

Chefe da Sauber conversou com o TotalRace e lembrou que popularidade do japonês também é muito grande dentro do time

Monisha e Koba se despedem em Interlagos

Com uma legião de fãs em todo mundo, inclusive no Brasil, Kamui Kobayashi é um dos pilotos mais populares do grid. E também traz lá seus resultados, tanto que subiu ao pódio no GP do Japão, dando início a uma grande festa no autódromo de Suzuka.

Tudo isso, porém, não foi suficiente para convencer a Sauber a permanecer com o piloto em 2013. A chefe da equipe, Monisha Kaltenborn, diz que excluir Kobayashi foi uma decisão muito difícil. “Sabemos que Kamui é um piloto muito popular, tem muitos fãs apaixonados. Ele também é muito popular dentro do time. É uma pessoa adorável e muito fácil de lidar. Trabalhar com ele nesses três anos foi maravilhoso”, comentou Monisha em conversa com o TotalRace em Interlagos. “Além disso, é um grande piloto, muito agressivo, sempre em busca dos melhores resultados. Por isso tudo, não foi nada fácil tomar essa decisão, mas foi preciso. Assim é a Fórmula 1. Torço muito para que ele consiga continuar na categoria, porque ele merece muito isso”, completou a indiana.

Mas não está fácil para Kobayashi. Sem vaga na Sauber, o japonês joga as suas fichas nas poucas vagas que restam no grid do ano que vem. De preferência na Force India ou Caterham e agora seu nome passou a ser considerado também na Lotus. Contra Kamui pesa o fato de ele não ter um patrocinador forte, por isso ele lançou um site para arrecadar dinheiro e oferecer às equipes. Nos três primeiros dias, o site conseguiu arrecadar R$ 1,6 mi, pouco ainda para seduzir um time na F-1.
 

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kamui Kobayashi
Tipo de artigo Últimas notícias