Kovalainen, após luta com Button: "Posso segurar qualquer um"

Finlandês terminou o GP de Mônaco cheio de moral depois de segurar o campeão de 2009, que acabou rodando na disputa

Kovalainen segurou a McLaren de Button

O GP de Mônaco sempre guarda suas surpresas, especialmente quando um piloto com um carro lento consegue segurar um dos gigantes do grid. Quem não se lembra de Enrique Bernoldi, de Arrows, acabando com a corrida de David Coulthard, então na McLaren, em 2001? Neste ano, as glórias ficaram com Heikki Kovalainen, que manteve Jenson Button atrás após o inglês, também da McLaren, fazer sua única parada nos boxes.

O campeão e vencedor em Mônaco de 2009 abandonou justamente depois de rodar em uma tentativa de ultrapassagem em cima do finlandês e adotou o tom de conformismo após um final de semana em que nada deu certo.

“Não foi de fato uma luta com Kovalainen. Se você colocar o carro no lugar certo, não dá para passar. Ele se manteve fazendo isso. É um pouco frustrante quando você é bem mais rápido e não pode ultrapassar. Enfim, agora já foi.”

O finlandês reconheceu que sua tarefa não foi das mais difíceis. Afinal, como ele mesmo disse, se um carro mais lento não segurar outro mais rápido em Mônaco, não consegue fazê-lo em nenhum outro lugar.

“Tenho confiança de que posso manter qualquer um atrás de mim. Neste tipo de circuito, mesmo se o outro carro é melhor, isso é possível. É só você se certificar de que consegue ter uma boa saída após cada curva e, então, não havia nada que Jenson pudesse fazer. É assim que funciona”, afirmou em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

“Claro que em outro tipo do circuito eles conseguem mais vantagem com seus carros, mas é o que somos pagos para fazer . Foi uma corrida divertida até aquele ponto, ainda que as dez últimas voltas tenham sido ruins. Não dá para ganhar sempre.”

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Jenson Button , Heikki Kovalainen
Tipo de artigo Últimas notícias