Kovalainen diz que não considera pagar para correr

Reflexivo, finlandês acredita que não tenha aproveitado o quanto deveria suas oportunidades dentro da Fórmula 1

Terceiro piloto da Caterham nesta temporada, Heikki Kovalainen refutou qualquer possibilidade de vir a ser um piloto pagante no futuro para voltar a disputar a temporada como piloto oficial. O finlandês considera não ser justo “perder dinheiro com seu trabalho”, por isso espera ser capaz de mostrar serviço para voltar a guiar na categoria no futuro.

"Eu não estou à procura de patrocinadores. Eu não vou por esse caminho", disse Heikki em Spa-Francorchamps.

"Eu estou tentando ganhar o meu lugar aqui de outra maneira. É difícil, não é fácil. Tive uma boa oportunidade na McLaren, mas as coisas não deram muito certo. Foi difícil superar isso, mas eu acho que ainda posso fazer, de modo que é o que estou tentando voltar. "

Sobre a crescente onda dos chamados “pay drivers”, cujo maior expoente tem sido o russo Sergey Sirotkin de 17 anos, contratado pela Sauber para a temporada 2014, Heikki disse não se incomodar.

"Eu não tenho ideia de quem ele é ou o que ele fez. Talvez ele seja muito bom, eu não sei”, acrescentou sobre Sirotkin.

“O fato de as pessoas virem aqui e comprarem os lugares, não me incomoda. Tive algumas boas oportunidades na minha carreira. Talvez eu não tenha aproveitado ao máximo, mas eu ainda estou aqui. A meta é voltar e ganhar um lugar com base no meu desempenho e habilidades, nada mais.”

"Para mim não parece correto, se você está perdendo dinheiro com o seu trabalho. Nenhuma família pode sobreviver a isso. Eu acho que você deve ser capaz de ganhar alguma coisa com o seu trabalho. Mas eu não tenho nenhum problema com pessoas que vêm aqui e têm oportunidade. Isso é bom. Mas eu tenho outras qualidades a oferecer para as equipes. "

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Heikki Kovalainen
Tipo de artigo Últimas notícias