Kubica diz que foi "muito honesto" sobre retorno

compartilhar
comentários
Kubica diz que foi
Por: Lawrence Barretto
27 de fev de 2018 18:58

Polonês também pediu para que parem de falar sobre suas limitações físicas

Robert Kubica, Williams FW41
Robert Kubica, Williams FW41
Robert Kubica, Williams FW41
Robert Kubica, Williams FW41
Robert Kubica, Williams FW41
Robert Kubica, Williams FW41

Robert Kubica, que sofreu um grave acidente de rali em 2011, não conseguiu voltar à F1 no assento disponível da Williams, perdendo a vaga para o russo Sergey Sirotkin.

Ele assumiu um papel de piloto reserva, o que permite guiar nos testes de pré-temporada, durante o campeonato e em três sessões de treinos livre.

Depois de completar 48 voltas no carro nesta terça-feira em Barcelona, Kubica ficou frustrado com uma linha de questionamentos, dizendo que não fez mudanças no carro para ajuda-lo em qualquer limitação.

"Se eu continuar mudando as coisas, você continuará dizendo que eu tenho limitações. Nós devemos parar de falar sobre isso", disse ele.

"Se eu puder entrar no carro e fazer o trabalho, acho que é justo. Claro que tenho minhas limitações, mas nunca escondo.”

"O problema é que eu fui muito honesto com todos e eles (jornalistas) continuaram fazendo perguntas, acho que deveríamos parar.”

"Eu sempre estive confortável, foi apenas conversas na mídia que eu não estava confortável."
Kubica pediu que parassem de falar sobre possíveis deficiências para se concentrar nos aspectos positivos que poderia oferecer em seu novo papel.

"Temos coisas para nos concentrar", disse ele. "Estou vivendo uma boa experiência, estou desfrutando do meu papel.”

"Estou feliz em dar mensagens positivas, nem sempre a mesma história depois de muitos anos".
Kubica, que terminou o dia como o sétimo melhor, ficou satisfeito por voltar ao carro, mas admitiu que as condições do clima dificultaram a leitura do desempenho.

"Foi tudo OK, condições difíceis e uma tarde difícil", disse ele. As condições são extremas, então com certeza elas não estão nos ajudando.”

"Fizemos algum trabalho de avaliação. Era bom estar no carro, é bom ter uma sensação no carro novo.”

"Isso me dará uma ideia melhor para nosso departamento de engenharia em que área precisamos melhorar.”

"Há algumas coisas muito positivas sobre este carro, mas algumas coisas que temos de superar, o que é normal com um carro novo que tem uma abordagem bastante diferente em relação ao ano passado."

Próxima Fórmula 1 matéria
Vettel: Pilotos têm dificuldades em ficar na pista no frio

Previous article

Vettel: Pilotos têm dificuldades em ficar na pista no frio

Next article

Renault dá prazo até maio para Red Bull decidir motor 2019

Renault dá prazo até maio para Red Bull decidir motor 2019

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Robert Kubica
Equipes Williams
Autor Lawrence Barretto
Tipo de matéria Últimas notícias